quarta-feira, 31 de março de 2010

Passado... Easy Rider no Presente...


"Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já o não tenho. Pesa-me um como a possibilidade de tudo, o outro como a realidade de nada. Não tenho esperanças nem saudades. Conhecendo o que tem sido a minha vida até hoje - tantas vezes e em tanto o contrário do que eu a desejara -, que posso presumir da minha vida de amanhã senão que será o que não presumo, o que não quero, o que me acontece de fora, até através da minha vontade? Nem tenho nada no meu passado que relembre com o desejo inútil de o repetir. Nunca fui senão um vestígio e um simulacro de mim.
O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto."

Fernando Pessoa, in "Livro do Desassossego"






Que todos possuímos um passado, isso é fato, e também não vamos mudá-lo.
Em nosso passado estão nossos aprendizados, nossos erros, nossa loucuras, as lamúrias, os acertos, parte de nossa felicidade, de nossas tristezas, ganhos e derrotas, parte de nosso aprendizado. Amigos verdadeiros que ainda fazem parte de nosso presente, pessoas que deixamos para trás... Ex-‘tudo’.
Para o presente trazemos apenas as lembranças que escolhemos. Lembranças boas, lembranças ruins, as que nos marcaram, as que nem nos lembramos mais.
Cabe a nós discernirmos o que nos faz bem e guardar, passar por cima do que sofremos para aprender algo e transformando em algo bom. Cabe a nós apenas escolher o que queremos levar conosco durante o presente para fazermos nosso futuro, afinal a vida é feita de escolhas...
Precisamos nos centrar a todo instante, pois às vezes, mesmo que não queiramos, o passado desavisado de seu presente bate a sua porta, e temos que ter jogo de cintura para lidar com o que deixamos para trás por pura opção.
Fácil é saber o que deixamos para trás, difícil é compreender o que as pessoas escolheram, então quando o passado se funde com o presente sendo de nós para com o próximo ou vice-versa, cabe tentarmos mostrar nos coerentes e ouvir, ou calar e confiar.
Por muitas vezes será difícil, pois cada um de nós possuiu suas próprias fraquezas, as próprias dúvidas, as dores galgadas em nosso passado, porém podemos ter fé que tudo será melhor e que o passado esta no passado e o que sofremos ficou para trás. Pois a cada dia que se passa, estamos mais experientes, mais sensatos, mais amadurecidos, mais fortes!
Vamos abrir as portas para o novo! Novas experiências, novos aprendizados, nova vida, um novo sorriso, um novo fim, mas sem esquecer que a vida as vezes nos coloca em xeque com nosso passado, por algum motivo.

Eu tenho feito minhas escolhas, tenho aprendido a dizer não e afastar tudo e todos que me fizeram mal, tudo o que já não me interessa e tenho optado pelo novo, pelo o que me faz bem, em todos os sentidos!

Não vamos esquecer que as escolhas feitas em nosso presente vão determinar nosso futuro, então façamos um futuro baseado na indulgência, para conosco e para com o próximo!

E você? Tem feito suas escolhas para alcançar sua paz?
                                                                                                   
Carpe Diem!

________________________________________________

Correria...
Seguiríamos como "easy rider", rs

Segunda foi um dia de descanso e pescoço duro. Terça foi correria, acorda, corre para fazer a trouxa (sim, uma trouxa).
Vou explicar melhor.
Quem me conhece sabe muito bem que adoro viajar. Ok!
E sabe também que não viajo sem minha mala vermelha (agora avariada, com a alça quebrada por eu confiá-la a quem não deveria e que me devolveu na cara dura estragada, bem, não me surpreendi com essa atitude, mas acho que aquilo de dar a outra face só traz prejuízo... Vou ressuscitá-la), minha mala que cabe tudo; meus sapatos variados (sim, antes era apenas botas e chinelo, mas adquiri uma nova paixão, sapatos de salto alto. Não posso ver um diferente que compro mesmo, tenho um mais lindo que o outro e ainda sinto que falta mais, RS), 3 ou 4 mudas de roupa para um dia, meus cremes, perfumaria, acessórios, enfim, TUDO o que eu quiser levar em uma viagem mesmo que essa seja de apenas 2 dias.
Afinal de contas, sou mulher...
Voltando a trouxa.
Fui convocada a uma viagem de moto para Foz do Iguaçu esticando até o Paraguai.
Primeira reação; Pânico.
Sim, pânico porque se eu rodando 200 km numa noite dei ‘piti’ (como falam), imagina ter q enfrentar 800 km por dia!!!!! OMG!!!!
Isso sem planos. Digo planos de não se saber em que cidade parar (só onde há Rabugentos - Ilha não sei o que em SP, Araucária no Paraná, e Foz do Iguaçu em seguida Paraguai) de resto, quem souber morre!
OK!
Topei! Afinal Luiza Frazão sem emoção não é Luiza Frazão!
Corre para ir atrás de colete de couro, pois eu mesmo sendo figurante dos RABUGENTOS não poderia ser garupa do “Presidente do moto clube” sem estar devidamente escudada – usar a logo deles – OMG... Ok!
Rodamos 5 lojas, passei em casa em pânico ainda e completamente perdida por ter que fazer uma trouxa, (uma vez também que minha super mochila Trilhas e Rumos também foi vetada por desequilibrar a moto) que coubesse num baú de moto.
COMO FAZER ISSO?
Expliquem-me, por favor, como uma mulher viaja com o básico? Uma bota apenas, 1 chinelo, duas calças, 2 vestidos, o básico tosco para higiene, apenas o filtro solar, 1 perfume, 1 creme, 5 peças de lingerie (outra paixão), 3 pares de meia e 3 blusas?????
FUCK!
Táaaaaaaa.
Chorando e com a ajuda de minha mãe fiz a trouxa. 
Meu secador de cabelos foi vetado, meu note poderia ir. 
OK!
Voltando ao colete, após 5 lojas sem sucesso, fomos a feira do Paraguai.
Achei o colete e aproveitei a ocasião para comprar MAIS UMA MÁQUINA DIGITAL, a número cinco em minha vida. Essa é legal! É a prova d’água e posso tirar fortos ate 3m de profundidade, ihihihihi.
Não me perguntem das outras >(.
Sai da feira do Paraguai, corre contra o tempo fechado, vai a TaguaYork City pegar escudos, brasões e bandeiras para ‘pendurar’ no colete, passa na casa do Descabelado, corre da chuva, volta para o Black Castle, arruma tudo, enfrenta bicos, come pizza, estando em custódia fui obrigada a assistir a final do BBB, e não consegui ver o filme A ILHA DO MEDO, apenas comi a pipoca e capotei.
(pausa! Tem alguém cantando Sergio Malandro aqui, caraça, cada coisa...)
Antes de dormir fui avisada q 2 motociclistas bundaram, êta povinho sem senso de aventura..
Sobrando apenas duas motos para seguir, houve uma suspensão momentânea dos planos.
Viagem extensa para apenas 2 motos.
Agora são quase 15h e estou no aguardo ainda.
Acabei de assistir Jogos Mortais 3, VIOLEEENTOOOO!!!
Ainda estou em cativeiro e morrendo de fome...

Vou assistir algum outro filme enquanto meu espírito aventureiro persiste...



kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, olha foto que eu achei do Mário Gomes!!!!!


segunda-feira, 29 de março de 2010

A Primeira faz TCHÃN! A Segunda Faz TCHUN! E... TCHÃN, TCHÃN, TCHÃN, TCHÃAAAAA!!!!

Ai, ai...
Semaninha que passou arrastando...
Bem, na minha cabeça quando se fala em barba, as primeiras imagens que vem são; Homem de Neandertal, os Hippies (por muitas vezes imundos), e o homem q tem barba se alimentando de sopa.
Secundariamente vem a imagem do meu pai que possuía barba, Papai Noel, Profetas, o ‘Pé Grande’, Capitão Caverna, o Primo Itch (aquele da família Adams), Bin Laden, Fidel, Lula, Ton Hanks em ‘O Naufrago’, Lobisomem, enfim, sempre tive problemas em associar a barba a algo sexy ou higiênico.
Não é maldade, apenas preferência mesmo... 
Eu nunca fui mesmo fã de muitos pelos. Nem em mim, nem nos outros.
Mesmo porque também, a maioria das mulheres não se encanta por homem que ostentam pêlos no rosto. Não são raras as que afirmam dizer que têm nojo de homens que usam barba, porque para muitas, a barba é sinônimo de descuido, de sujeira.
Na verdade, tenho que convir que não compreendo a reclamação das mulheres que não se depilam por ‘completo’, pois todos bem sabem que é praticamente impossível fazer boa higiene em uma quantidade de pêlos um pouco maior que a normal. RS...
Mas, é fato e tenho que reconhecer e concordar que ao longo da história cultural do mundo, homens com barba têm foram atribuídos  a sabedoria, liderança, potência sexual e status social. Contudo, também comparada à falta de higiene e de refinamento e digna de excêntricos.
Enfim, chega de especulações. Na verdade estou feliz. Ganhei a aposta!
Uma medalha de ouro no Jiu-jitsu que valeu a raspada de uma barba. Ainda fui boazinha e aceitei o cavanhaque ate o fim do feriado da Semana Santa...
Inacreditáaaaavel!!!!  
No mais, comemorações no meio da semana que saíram pela culatra, passeio excelente na sexta para o aniversário de um dos Kamikazes,
(No aniversário de um dos Kamikazes, já chorei de rir da cara do Kaboco nessa foto! Meu cabelo? Não sei.. Quando foi essa foto? Não lembro! Cade Jaloto? Mistério... )


 seguido de muitas coisas boas que eu ouvi. Sábado coisas lights na casa do Karlitos, domingo dia de acordar cedo e ir p Formosa para o (olha o nome e se alguém arrumar uma explicação plausível que substitua a minha preconceituosa que só pode ser coisa de goiano – piadinha interna e maldosa de brasiliense – me explique, por favor!)
 1 OPEN NORDESTE GOIANO DE JIU-JITSU
Sim, o nome do campeonato foi esse mesmo. O.o
Equipe presente em peso! Até o preparador físico foi. E o povo estava de pé as 7am. Viagem divertida, (depois de eu expulsar o Luizinho, nosso querido faixa preta, orgulho da equipe do carro porque ele não deixava aumentar o volume e queria dormir) ouvindo o bom e velho HEAVY METAL com o JR.
(Eu e JR na estrada, foto de celular é uma porcaria)

Ginásio lotado, com teto de telha de alumínio, no calor do sertão do Goiás. Um enorme forno quase ‘microondrico’ nos secava de dentro para fora. As lutas atrasaram, não havia água para ser vendida lá (nussa, o povo não sabe ganhar dinheiro), ainda bem que nossa parte da arquibancada parecia uma grande feira. Frutas variadas, água, garrafão com Malto, iogurte, granola, barra de cereais, pão de queijo, enfim, uma miscelânea alimentícia! Agradeço a elegante delicadeza do JR de ter levado uma ENORME lata de energético para eu beber antes de minha luta e ter me proporcionado boas gargalhadas ao longo do dia!
Ao Tio Rodolfo (Professor de jiujitsu campeão mundial2007CBJJ,tricampeão brasileiro2004/2007/2009 LBJJ campeão open internacional 2007,campeão da copa dos campeões2009,penta campeão brasiliense,2000/2001/2005/2006/2007, campeão centro oeste 2007entre outros...) que me da força todos os dias me ensinando a arte suave do Jiu-Jitsu.
(Rickson Gracie e Tio Rodolfo!)

Medalha de Ouro pra mim e fim! FUCK!
Primeira providencia que tomei:
Cobrar a aposta de Jaloto! (não antes de ligar para a mamys, lógico!)
Jaloto BARBADO + Medalha de Ouro da Luiza 
= Jaloto SEM BARBA!!!
Aposta feita na noite de sábado, ihihihihi...

After, cochilo, Giraffas, enclauzuramento no Black Castle, mais cochilo, acorda as 2am, assiste filme problemático (mais problemático ainda foi a indicação do Enxaqueca, ou do Pimenta de que o filme DISTRITO 9 era bom. Eu hein?) toma torsilax para o pescoço duro, e dorme de novo e acorda as 7am. O pescoço ainda esta duro... Escreve um monte de baboseira no blog e vai dormir de novo... zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

PS: Obrigada a todos que me ligaram e mandaram mensagem, dando força antes e parabenizando depois.
Vi todas as ligações recebidas, meu cel estava no silencioso senão eu não descansava. 
Retorno para todo mundo hoje!!!
 Fotos mais tarde...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Crônicas reais e surreais...

A mulher é uma rosa.
Uma vez ferida, uma vez quebrada não retorna a sua forma original.
Quebrada por várias vezes fica deformada.
Pode até deixar-se iludir novamente, porém o medo de se ferir é um alerta constante que se faz presente, onde quer que esteja, ate que o ambiente onde se encontre torne-se aconchegante o suficiente para que ela novamente se permitir abrir-se.
Entretanto, é mais fácil que seja uma armadilha.
Uma rosa não suporta ventos fortes, não sobrevive a furações, não se recupera de trovões.
Uma rosa ao desistir se entrega ao fim, ate que suas sementes possam ser germinadas por mãos aveludadas...
Mãos estas que talvez não existam...
Então ela desiste.
E fim.


Luiza Poeta Filosofa Frazão
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

________________________________________________________________________

Passei a madrugada fazendo minha crônica, juntamente com o Silfer e o Dante.
Nussaaaa que trabalheira! Mas ficou excelente!
RPG é um joguinho interessante, mais ainda se for no Second Life.
Segue a crônica...

(Trevor Arias)

Foi em uma noite incomum...
O vento balançava os galhos secos das arvores anunciando a chegada do outono. Os animais noturnos espreitavam suas futuras refeições, a chuva fina pairava sobre a terra, molhando as relvas, os raios da Lua Cheia atravessavam os espaços entre as nuvens e prateavam a fachada principal do castelo no topo da colina, iluminando-o juntamente com a névoa que chegava. Uma visão incrível!
Poucos tinham consciência do que se passava naquela morada e do tipo de pessoas que lá freqüentavam. Mesmo porque esses poucos Infernavilenses, sabiam que um simples comentário poderia custar-lhes a vida!
Portanto, para aqueles que conheciam a história, não ignoravam que as pessoas que lá se abrigavam justamente aquela família, não eram uma família comum. Algo sombrio acontecia.
Um mistério os envolvia... E mais, eram pessoas perigosas, mas ao mesmo tempo envolventes e encantadoras! Ainda mais nessa noite em particular, onde a atmosfera parecia estar ainda mais sinistra e nebulosa ao redor daquela edificação sombria.
Dentro do castelo, uma mulher de porte elegante, educação impecável, e beleza inigualável, de dar inveja a qualquer uma arrumava-se com esmero.
Essa particularmente inquieta andava de um lado a outro, incansavelmente.
Todos que lá estavam, tinham conhecimento do que se ocorria e estavam a lamentar.
A quantidade de malas na porta indicava que a viagem seria longa e cansativa, e ela por sua vez, sentia uma enorme dor no coração por deixar os seus por tão longo tempo.
Foi quando se ouviu ao longe relinches que vinham da cocheira. Os cavalos estavam sendo selados.
Faltava pouco.
Em um quarto de hora, uma suntuosa carruagem surge no horizonte seguindo pela a areia da praia deixando marcas das rodas na areia fofa daquela madrugada.
O cocheiro, um homem alto e fino de extrema elegância, freia os cavalos na entrada principal do Castelo, á frente em seu enorme cavalo Clydesdale negro, seguia para a escolta da bela dama até os limites da cidade um dos mais antigos guerreiros da família, o temido Silfer Handrick.
Toda família aguardava a saída triste da líder dos vampiros.
Ela abraça seus queridos “filhos” como se nunca mais fosse vê-los quando chega sua querida assistente criada e amiga, BrookeDavis Taurus e com um abraço caloroso diz; “Conto com você agora! Ajude a cuidar de nossos filhos”. Uma lagrima de sangue escorre pelo seu rosto. Mais um passo. Penélope esta a sua frente. Abraçam-se com grande comoção, está pondo em suas mãos, toda uma história de ‘vida’, entregando a família a aquela que sempre esteve ao seu lado, como amiga, conselheira e confidente. Finalmente olhando-a nos olhos, transmite a sua sucessora, todo bem querer e confiança de que esta seguirá com sucesso a frente da família. Com os olhos úmidos e com muita tristeza ela olha para todos, despedindo-se de um por um, rememorando a chegada de cada um ali presente.
Nenhuma palavra é dita, e nem mesmo seria necessário, seus olhos dizem tudo, a garoa fina molha suas vestes, o vestido longo de veludo vermelho rubi arrasta na fina areia da praia.
Ela então após verificar suas bagagens embarcadas, entra na carruagem. A luz da Lua reflete em seu belo e sinuoso rosto. É uma estonteante imagem que se grava na memória de todos.
O estalo do chicote é ouvido ao longe, e assim a luxuosa carruagem se põe em movimento, seguindo o grande guerreiro.
Mas antes da partida, surpreendem-se com a elite de Dragões Anciões pousando em frente a diligencia dos Cavaleiros da Noite, impedindo-a de partir.
Imediatamente, os Cavaleiros da Noite, soldados fiéis e impiedosos da armada Camarilha se faz pronta para abater os Dragões quando a Anciã Maga em carona nas costas da poderosa Dragonesa Sabrinarox Bakerly anuncia o que guardava a séculos em seu poder! Um objeto que a ela fora entregue há tempos atrás, o testamento real da Camarilla!
Um inquietante e tenso silêncio se faz.
Então a poderosa Maga Glads Allen direcionando-se a Trevor Arias, diz em alto e bom tom enquanto entrega-lhe um pergaminho antigo; "Esse é o segredo que venho guardando há tempos, a pedido de um grande amigo! Esse mesmo amigo que lhe salvou quando criança e lhe deixou aos cuidados dos Vampiros Anciões e que agora será revelado! Segredo esse que já foi cobiçado até pelos demônios mais poderosos como Apocalypse Chau e pelos inimigos mortais da Camarilla, os Lycans!
Portanto, meu fardo cessa e o seu começa! E é aqui que me despeço!”
Na presença da Maga, Trevor Arias abre o pergaminho e à medida que vai lendo e absorvendo as informações seus olhos se abrem em espanto.
Ela tonteia, entretanto mantém-se forte transmitindo aos seus as informações contidas!

A grandiosa Maga subindo novamente as costas da poderosa Dragonesa deixa o Vale das Sombras juntamente com todos os aliados mágicos.
Então, os Cavaleiros da Noite se ajoelham em respeito a sua nova Rainha, enquanto a recém nomeada Princesa Penélope Yakubsen assume a frente da Camarilla jurando protegê-la até sua ultima gota de sangue.
Assim sendo, Trevor Arias, a nova Rainha e a Princesa se consagram e adentram ao castelo para festejar em lagrimas de alegria a mudança subida de planos, enquanto ao longe...
Seus inimigos praguejam e planejam a derrota da poderosa Camarilla... Dentro do Castelo, antigos cânticos gregorianos se espalham.
É dado o início da nova era da poderosa Camarilla, que ainda desconhece a historia por volta desse testamento desconhecendo como a Rainha Mãe fora morta.
Um brilho no olhar da recém Rainha Trevor Arias revela que ela na descansará enquanto não souber a verdade.
Porém isso é assunto para outro capitulo.
Longa vida a Camarilla!
 Por Trevor Arias (Luiza Frazão), Silfer Handrick (Sillas) e Dante Henry.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Selvageria!


O que leva uma pessoa a arquitetar o assassinato de uma pessoa?
Mais macabro ainda! E se essa pessoa for sua filha?
Esse caso Isabella Nardoni é muito sinistro!
Veja bem, não estou acusando ninguém, só especulando que tenha sido o pai e a megera da "maudrasta".
Gente, isso é o fim dos tempos, não tem explicação!
Não gosta da menina, não tira ela da mãe, credo!
Fico olhando para os 'bebes' da minha família, são pequenos, frágeis, quem teria coragem de fazer maldade com uma criança? Que coisa medonha, que ato mais fim do mundo!
Isso não é coisa de Deus, definitivamente!
O  julgamento já esta na reta final, quero ver o desfecho. Espero que seja feita justiça, seja lá ela qual for porque a verdadeira história só Deus sabe. E da justiça dele.. Ninguém escapa!

No mais, estou moída!
O treino foi árduo, pesado! Fui amassada, jogada para cima, enfim, tudo dói! Minha cervical dói, minhas costas estão fora do lugar, o JR quase me ajudou a quebrar os dedos da mão hoje, hehehe, minha virilha esta querendo dar caimbra juntamente com minha panturilha. E amanhã tem mais!
Afinal domingo tem campeonato e agora lascou, virá um atrás do outro, em Abril já tem Brasiliense, ai vai vindo e vindo e vindo... OMG!!! Preciso de uma massagem!

Deixo um beijo grande para meu querido primo Pedro! Parabéns pelo aniversário e me perdoe por não ter comparecido e visto a mensagem somente no dia posterior! :(
Eu e Pedro! (Era para eu ficar do tamanho dele, afinal... 1.95)

Tive surpresas essa noite... Dormirei feliz!

terça-feira, 23 de março de 2010

Um certo Alguém!

(Foto de Hoje... Ao acordar olhei a máquina e tirei a foto... Difícil acordar linda viu? Ai, ai...)

Hoje acordei em abstinência...
Mas acordei pensando em algumas coisas...

Ter alguém...
Estar com alguém que seja especial.
Alguém que te faça sorrir, alguém para se abraçar, alguém que te cause dores de gargalhar, que fale sério, alguém para brigar as vezes e fazer as pazes depois, alguém para dormir abraçado, para simplesmente olhar, alguém que te cuide, que te respeite, que te considere, que divida, que te ampare, que chore junto, que divida sua felicidade, os problemas...

Alguém para se sentir saudades, para dar um frio no estômago quando se encontrar, para assistir filme em casa ou ate mesmo a TV. Para te acompanhar quando quiser tomar vinho, para desaparecer no fim de semana e pegar a estrada sumindo de tudo e todos, desligando o celular...
Para fazer alguma loucura fora dos padrões, alguém para fofocar sobre a vida alheia (sem maldade, claro), para lavar os cabelos, alguém que te admire pelo o que és, independente do que tenhas conquistado, alguém, que te leve aos seus limites, que te aqueça, te abrace, que não deixe você sentir medo, que te deixe a vontade, te queira a todo instante, para te ligar de madrugada, alguém para preencher os pensamentos, o tempo livre, alguém para apenas encostar a cabeça no peito e adormecer...

Alguém que nos mantenha verdadeiramente feliz sendo verdadeiro! 
O importante é não desistir perante as dificuldades!

Não resista! Se entregue!
HoooooooooooooooooOOOOOOOOOOOOOOOOOOooooooooooooo \o/
Vamos viver fubazada!!!!

E você? Já tem esse alguém?

segunda-feira, 22 de março de 2010

Do Que as Mulheres Gostam...

Homens e mulheres são diferentes e ponto.
O fato de sermos seres distintos, não impede de fazermos o que o outro faz com exceção do que as diferenças biológicas impedem. Óbvio.
Eu acredito em minhas capacidades, acredito que posso fazer muita coisa sem frescuras. É claro que tenho limitações mesmo!
Sei que eu posso fazer quase tudo que um homem faz.

Quando estou só, e não há um homem por perto eu me viro muito bem: pago o restaurante, abro a porta do carro, carrego pesos, conserto coisas, prego quadros, troco lâmpadas, dirijo o carro, ainda não tentei usar uma furadeira, mas acho que me daria bem, se precisar cavo buracos, dou ordens a funcionários, resolvo problemas com bêbados que passam dos limites, me defendo na rua, falo grosso e outras coisas mais.
Posso dizer que sou mais homem que alguns homens que já conheci. E, ao mesmo tempo, sou bem mulher, bem feminina. Apenas faço tudo isso quando necessário.

E os homens? Será que os assustamos quando eles se relacionam com mulheres tão independentes? Afinal não fazemos por mal e sim por pura necessidade mesmo.

Mas vamos falar de mim, claro.
Gosto de Homens cavalheiros...
Eu por estar ‘me virando’ sozinha há tanto tempo ainda tomo a frente para pagar minha conta, abro a porta do carro quando saio com alguém (geralmente amigos que reclamam que eu não espero para eles abrirem a porta) e ainda me surpreendo sim com atitudes e gestos sociais de gentileza, respeito e deferência de homens para com as mulheres, quando homens podem ser homens e mulheres podem ser mulheres.
Eu reparo mesmo. Qual a mulher que não gosta de ser bem tratada? É muito bacana não vou negar.
Fico feliz por sempre ter recebido este cuidado durante minha vida com ‘os homens que me cercam’.

Como citado no início, homens e mulheres são distintos, certo.
Entretanto podemos fazer as mesmas coisas, isso não se pode negar.
Como então exercer essas diferenças de forma saudável no dia a dia?

Sendo o homem cavalheiro, ele expressa o que ele tem de melhor em sua masculinidade. Da mesma maneira de que a mulher aceitando esta deferência não está sendo diminuída, está sendo mulher.
Os ogros grosseiros que me desculpem, mas acredito fielmente que o cavalheirismo não morreu, e nem está fora de moda. Mesmo as mulheres mais liberais, hão de concordar que a convivência é muito mais agradável com homens que sabem se portar, tomando iniciativa.

O cavalheirismo descende da educação e de como essa educação é aplicada junto ao às oportunidades, ou seja: o cavalheirismo nada mais é do que saber aplicar regras de comportamento com perfeito senso de oportunidade.

Um homem educado sabe ouvir com atenção, ainda que o assunto não interesse a ele. (é, porque somos mulheres e falamos alem da conta às vezes...) Não tenta se sobressair. Conduz uma conversa leve, inteligente e bem-informada e humorada, e sabe dosar a seriedade, conforme a situação. Consegue intercambiar assuntos desde a política, futebol à religião sem partir para a polêmica ou para a agressividade. Sabe dar sua opinião com classe.
Os tempos são outros, isso é fato! Não devemos ser radicais, a naturalidade é um fator admirável e encantador.
Mas o homem que sabe usufruir de uma linguagem elegante, que advêm de pensamentos elegantes, prescindindo de palavrões é notoriamente sublime. Os que normalmente, tem por hábito abrir a porta do carro, em uma calçada, caminha pelo lado do meio-fio, deixando o lado de dentro para elas, levantar-se sempre para cumprimentar, tomar cuidado com mulheres nas escadas e elogiando sempre a beleza e elegância feminina entre outras coisas. Enfim, pequenos gestos admiráveis, mas como eu disse anteriormente, não há a necessidade do radicalismo.

Bem diferente dos gaffeurs de plantão, que eu adoro chamar de ogros, aqueles que espantam qualquer mulher com suas escolhas lamentáveis.

Fui antiquada?

Bem, é a minha opinião.

Eu adoro que abram a porta do carro para mim. Fico feliz quando carregam minhas tralhas. Eu gosto quando andam do lado de fora da rua. Eu estou a me acostumar quando pagam a “conta do jantar”. Eu gosto quando colocam o paletó em meus ombros para eu não passar frio. Gosto que me dêem a passagem primeiro na porta e a abram para mim. Que me dêem o braço quando eu estiver com um salto muito alto num piso ruim de andar. Eu adoooro de ser tratada como uma princesa, como uma rainha. Afinal, sou uma dama.

E isso não vale apenas para os homens que nos relacionamos mais intimamente. Vale para qualquer homem. Para aquele que dá lugar para eu sentar, para aquele que ajudou a trocar meu pneu na rua, para o que segurou a porta do elevador. Enfim, descobri que adoro que cuidem de mim!

Viva o cavalheirismo moderno!

No mais a semana correu... E correu!
Quarta, dia de St Patrick, BOAS COISAS aconteceram...$$$
Quinta, OMG! Meu Primo casou! Leco e Tati! \o/, eu se fosse eles, esperaria mais uns 3 meses.
O bonito de casar grávida é casar mostrando o barrigão no vestido!

E eu bebi, viu?
Nuuuusssa! Santa mãe do Batman!
Tem umas fotos inacreditáveis minhas.

(Eu, Bruna e Ana Clara)

Censuradas, LÓGICO! Eu nem me lembrava. Alvenaria! O.o




Black Castle e enclausuramento, uh que beleza!
Fim de semana bem agitado! Um barato, como tem sido há algum tempo!
Ouvi coisas que me surpreenderam, me peguei envolta em pensamentos que me surpreenderam com alguém que esta se tornando especial para mim.

Pude compreender também algumas coisas, mas ainda há muito para se percorrer, porque as vezes não entendo certos comportamentos... Coisa estranha! Enquanto isso vamos caminhando.



Continuando a falar do fim de semana, fugimos para a festa do casamento da filha do KaboKo no sábado, Eu, Jaloto, Prota e ViviNeuras.
Não há valor que se compare ao olhar de gratidão e a felicidade do KaboKo simplesmente por termos comparecido.
Afinal casamento é uma vez na vida.
Foi muito legal!





Família, amigos, churrasco sem carvão, pão de alho salgado, muita chuva, almoços, champanhe, jantares, casórios, compras, kibe crú de liquidificador,  fotos, e ao final do fim de semana... A realidade!
O cinema furou, uma pena...

E lá vem o campeonato domingo!
Estou apreensiva, porém tranquila.




E vamos que vamoooos!
Voltar com medalha seria o ideal, porém não sei o que vou encarar pela frente...
Mas valerá a participação.
No próximo me preparo melhor, com toda certeza!



Ta enfeitado esse blog hj...
rs 

segunda-feira, 15 de março de 2010

Tolerância e Paciência...

Infelizmente, somos seres com limitações patentes.


Não podemos ser 100% o que queremos, nem sempre conseguiremos realizar nossos sonhos, e o pior, o tele transporte ainda não existe, portanto, não temos ainda o dom de estar onde desejamos.

E é dentro desses limites que nos movemos e que vivemos.

Entender e conhecer os limites pessoais e principalmente procurar entender o limite alheio - pois somos seres distintos - é uma tarefa árdua e ao mesmo tempo prazerosa, que durará por toda a vida.
Mas o limite não é algo estático também, as pessoas, suas idéias e seu comportamento mudam, somos seres efêmeros. Portanto, o sistema de comunicação entre as pessoas é algo que tem que ser dinâmico e possui suas "leis" próprias, que cabe a cada um descobrir em cada momento.

E é ai que entra o poder de comunicação que todos nós possuímos.

A comunicação é algo importante e que quando não aplicada com dinamismo irá desencadear uma serie de fatores desagradáveis e mal entendidos.
O problema é que a mente humana nem sempre procede da forma mais lógica e reta, nem sempre acertamos e nem sempre as pessoas poderão adivinhar ou imaginar o que estamos a sentir ou pensar, mesmo que queiramos as pessoas não são como gostaríamos que elas fossem não se comportam como gostaríamos que elas se comportassem e não pensam da forma que pensamos.

Entretanto quando as pessoas se aproximam, uma tem em relação à outra uma expectativa, a sua própria expectativa, que não necessariamente será o que o outro irá lhe ofertar da maneira que se apetece. Na prática existe também uma série de prismas de fatores, mas por ora, vale à pena refletir sobre a expectativa.
Fica claro então que sem comunicação não poderemos ter sucesso em nossas expectativas perante as outras pessoas. E as pessoas mais espertas analisam isso antes que haja algum desentendimento.
Eu precisei passar por um sufoco para analisar, pensar e tirar minhas conclusões. E garanto ser o caminho mais áspero. Entretanto, tenho certeza de que em uma próxima ocasião o desfecho será outro.

Por sermos humanos, infelizmente estamos suscetíveis a erros a todo instante. Equivocamos-nos, excedemos os nossos limites e o limite do próximo. Geralmente esquecemos o que citei acima, as pessoas não são adivinhas e nem são capazes de ler nossos pensamentos...

Então, como estabelecer esta relação?

TOLERÂNCIA!

E nem sempre somos tolerantes conosco, e sofremos. Pior ainda não ser tolerante com quem esta ao seu lado. Então, sofremos em dobro...

Primeiramente, vamos nos perguntar: O que leva duas pessoas a entrarem em discórdia?

Pois bem, a invasão do direito do outro, não respeitar e ultrapassar o limite de tolerância, a incapacidade de por a mão na cabeça na hora do sufoco e não praticar a compreensão mútua ou própria, a falta de empatia momentânea, a nossa própria natureza, o nosso temperamento, até mesmo nosso estado emocional no momento.
Somos muito limitados, e isso é fato! E ocasiona muitas vezes que acabamos nos manifestando no modo ignorante com que nos relacionamos muitas vezes com as pessoas.
A distância que existe entre as pessoas, em parte é criada por nós mesmos. Nem sempre teremos sucesso em expor nossos sentimentos, nossos pensamentos, no momento que precisarmos.

Como proceder?
Primeiramente, o silêncio. E então usar a inteligência, para encontrar o caminho da comunicação entre as pessoas.
Inteligência e vontade de querer se comunicar...

Mas somos humanos, e tem momentos que a burrice impera! RS.
Difícil é segurar o temperamento de explosão inicial...

Complicado, não?

Pois, é ai que entra a tolerância para com o próximo. E assim conseqüentemente, sucessivamente, ponderando para a vida toda, pois a roda gira, um dia, estará no topo e outro por baixo e cada qual em seu lugar. É um exercício constante até que se desenvolva um equilíbrio, uma cumplicidade mútua, onde a harmonização será completa a ponto de bastar um olhar para se compreender o que almeja seu parceiro.

O equilíbrio em um relacionamento implica no sacrifício de se recolher para que o outro perceba que esta errando.
É necessário algum tempo para adaptação e conhecimento, e depois que ‘encaixar’, colheremos o bônus! Não há crescimento sem ônus...

E mais ali adiante, teremos a recompensa maior: A felicidade!

Tolerância e bom humor, SEMPRE!!!

"A tolerância é a caridade da inteligência."

Jules Lemaitre
PS: Saudades de quem esta longe de mim...
Fale com minha mão... TE EXTRAÑO!!!
Ah se o teleporte existisse...

Lu Anjo Meu...

Pessoas importantes em nossa vida sempre existirão.
Existem aquelas que estão presente a anos e que você faz questão que estejam próximas, as que são muito importantes e há muito não se vê, ou as que sempre estão presentes e não são importantes mas fazem parte de sua história diária, enfim.

Ao longo de nossa vivência conheceremos muitas pessoas, umas irão marcar, outras não. Algumas farão parte de nosso aprendizado e crescimento, outras serão responsáveis por capítulos importantes que nos lembraremos para vida toda, outras nos acompanharão a vida toda e não farão história, enfim...

Existe uma pessoa em minha vida que caminhamos juntas desde quando tínhamos 14 anos...
Minha amiga, irmã, companheira, confidente que eu amo!

LUCIANA MENEZES


Uma pessoa fiel, que sempre me respeitou, sempre me aceitou como sou, sem julgamentos, sempre tentando ver pelo lado bom. Esteve ao meu lado em muitos momentos importantes de minha vida, e me ajudou, me amparou quando mais precisei apenas me ouvindo chorar.
Sou grata por Deus por tê-la posto em meu caminho, em minha vida. Não existe desentendimento, brigas, fofocas, trapaças nem tão pouco segredos. Sou grata por ter alguém em quem confiar, sou grata por ter você Lu como amiga.
(Recife)

Já nos aventuramos em muitas loucuras, temos muitas histórias, as viagens, programadas, realizadas, infinitas festas, porres, shows, cooperação, ajuda, apoio, planos para o futuro, para conquistar o mundo... E assim vamos seguindo, ao longo dos anos.

Táaaaa, já sei que a Andressa vai reclamar, e ela também esta mais do que incluída, mas hoje a pauta á a Lu, rsrsrs. An-An-An-Andressa! Love u!

Fim de semana com amigos...

No mais, correria fim de semana corrido, quinta correria imensa com trabalho, nossa quase não teve tempo de terminar, porem sacrifiquei o dia da beleza, compras, Black Castle, enclausuramento merecido. Aí abre uma garrafa de champanhe, acha bom, come ovinho de amendoim, e toma a garrafa toda e come biscoito com patê (caraca tava bão), e pega violão e acha música tema e canta e vinho tinto e risadas mil, fica bebum e é banho, e mais vinho. E o dia amanhece, corre para dormir!

Ai veio sexta... E acorda tarde e se preocupa com evento de trabalho e liga e acerta e combina e em cima da hora tudo se resolve, ufa! Com tudo certo e pronto para irmos ao show do Iron, Pantera e Metallica (Cover né? Afinal estamos no Brasil, mais precisamente em Brasília, Pantera já era, Iron Maiden veio há pouco e Metallica só vem em SP e RJ, kkk) quando ela LU falou do Celso Blues Boy. Caos, pânico e correria. Desmarca ali e marca acolá.

Sai do Black Castle e vai p showzim de grátis no Guará City.

Eia que de repente aparece todo mundo!!!

Nosso garoto propaganda Tesoura de Ouro, Lu e Ronaldo (que me levaram uma garrafa de Champanhe!), Os Rabugentos, Paulo Xuxa, Jr Leury, Renatonets, Miguel. De show mesmo, vc viu? Eu não!

Nem da hora q saímos eu lembro...

E Luiza come podrão e passa mal e é socorrida e dorme com frio.

Sábado acorda correndo e sai do Black Castle e vai almoçar feijoada NúCéu, e vai no Nilson Nelson e resolve coisas do Victor e Leo e liga p Ebenezer e corre para Black Castle e fica linda e liga para Yael que ta bagaça e não vai e vai p encontro de moto clube feminino com amigos...

E junta gente e Luiza que atrasa e prende cabelo e tira brinco e põe capacete e é um monte de gente um monte de moto e para no posto e vai encontrar ali, acolá, e é moto que quebra e gente que atrasa e tira foto e vai para estrada e roda ate o fim do mundo e a bunda dói e sai do DF e chega quase em São João da Aliança e tira capacete e põe o brinco e a festa ta engraçada e mais foto e tira o brinco e põe o capacete e sai da festa e vai para outra em comboio depois de Formosa e para no posto tira capacete e não põe o brinco e compra um chupa de boquinha e todo mundo tira foto e motociclista que se perde e carro de apoio que para e para todo mundo na beira da BR e põe o capacete e sai todo mundo junto e se afasta mais ainda do DF e chega à outra festa e tira o capacete e põe o brinco e ta legal, mas não ta e pega estrada de novo e roda tudo outra vez e volta para a festa anterior e come churrasco e se diverte e ri do maior cofrinho do mundo e tenta falar e não consegue e tira foto com chupa e põe veneno no chupa e prende o cabelo e põe o capacete e sai de novo e pega informação para cortar caminho e procurar outra coisa para fazer do outro lado do mundo e para no posto e dou chilique porque quero água e sai do posto e volta para o DF e bunda ta anestesiada e o lombar que já foi embora e para no fim do mundo com um monte de gente esquisita ah, já tirei e pus o capacete mais umas 500 vezes, o brinco nem faz mais parte da história) e é barata e é Luiza que ta cansada e fica de mau humor e Jaloto que manda subir na moto e Luiza que não sobe e Jaloto que desce depois e manda Luiza por o capacete na moto e barata ainda ta viva porque a cabeça não foi esmagada e é Lei Áurea é Teddy se despedindo é gringo azarando é peruca de punk é foto que sai “auria” e finalmente põe capacete pela ultima vez e chega ao Black Castle depois de 540 km rodados e muita dor e toma Torsilax e vai dormir. E assim se segue o domingo... Acorda, se diverte, come, internet, vê filme, dorme, acorda, internet, jantar e... Chega! Depois ponho fotos aqui.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Afinal, começar, recomeçar?

Eu já estava terminando a postagem de hoje quando comecei a conversar com um amigo no MSN e mudei a pauta de hoje.


Falávamos do começo e do recomeço.


Afinal, começar ou recomeçar?

É certo que são palavras distintas, mas onde acaba uma e começa a outra?

Vamos por partes...
Começo – Princípio, origem.
Recomeço – Reinício; tornar a começar.

Hoje pegarei o fragmento que mais interessa a maioria...
Relacionamentos!

Começar... O novo!

Algumas pessoas se sentem tolhidas em dar um passo à frente, ao desconhecido.
Elas temem elaborar mudanças em sua vida, a euforia do novo às vezes desperta medo, porém um mundo inimaginável repleto de prismas se abre a sua frente!

Começar um projeto e projetar-se, começar ter hábitos novos, começar a viver plenamente em harmonia com nosso próprio eu, sem amarras, sem temer passos novos.
O novo, o começo é repleto de aprendizados e bom quando o começo é voluntário...
Quando há uma gana de nossa parte em seguir o novo e se entregar, se dedicar e se entregar a um sentimento, ao desconhecido.
É certo que há sim 50% de chances de nos machucar e 50% de chances de sermos muito felizes. E ai vê a pergunta: Porque a maioria opta por ser pessimista e temer acreditando assim nos 50% negativos?

Chegou a hora de nos arriscarmos mais, amarmos mais, nos dedicar mais e acreditarmos nos 50% positivos!
Porque não? Podemos SIM manter nossa freqüência de felicidade no topo sendo otimistas, podemos SIM nos arriscar, podemos SIM confiar nas pessoas. Se não der certo, não há problemas, você tendo feito a sua parte já valeu! Você proporcionou a si mesmo uma oportunidade de crescimento!

Mas e quando a ‘vida’ nos chama e esses aprendizados não voluntários levando em consideração que somos seres geralmente acomodados e tementes ao medo?

Explicarei melhor.

Há momentos em nossa caminhada onde a própria ‘vida’ se encarrega de nos impulsionar e nem sempre essas mudanças são brandas.
As mudanças provenientes pela vida geralmente são radicais, cortam nossa rotina, rompendo nosso ‘comodismo’, nos forçando a crescer e aprender pela dor.
Essas situações por muitas vezes vêm para nos fazer dar valor a alguma situação que ignorávamos que não dávamos a atenção devida e através dessa ‘sacudida’ estaremos aprendendo novos valores.

E é ai que temos que ter calma, refletir para compreender o que a vida que nos ensinar, nos mostrar. Não será fácil e teremos que buscar dentro de nós nossa força, nossa fé para poder acreditar que não se está sozinho ou abandonado, pois faltará ate mesmo coragem e energia.
Porém cada um tem seu tempo de reclusão para esse entendimento, para essa ‘digestão’.
Ficamos perdidos, falta-nos o chão, vem à sensação de insegurança, então a ‘vida’ vai gritar e exigir mais!

E vem a tempestade...

As folhas voam, as árvores balançam, as mais frágeis se rompem, fragmentando-se. O caos se torna perceptível e o vento mudou tudo de lugar, remexeu a terra, deslocou a poeira, e ‘reorganizou’ tudo para fora de ordem...
Porém se pararmos por um instante e observarmos bem, o ar está mais límpido, mais leve, novas folhas, novas flores... É o inicio do recomeço...

Em minha opinião, recomeçar é sempre mais difícil do que começar. Temos que dar o passo inicial exigindo uma maior dedicação de nossa parte, um esforço maior, um empenho mais eficaz para prover nossa própria fé e assim sendo para conseguir nos reerguer.
Virá à fase do recolhimento, nos acharemos insignificantes.
Então nos recolhemos a uma visível insignificância.
O primeiro passo é aceitar a sentencia imaginária de que as pessoas ao redor estão casadas, felizes, namorando, acompanhados. Virão os pensamentos destrutivos, tipo; “Isso não esta em meu destino” ou “Nasci para sofrer mesmo”. É fato que fragilizados, pensaremos dessa maneira.
E não adianta vir as pessoas consolar, opinar... A resposta para tudo SEMPRE estará dentro de nós. Companhia sempre é bem vinda, sem julgamento.


Há a necessidade de se passar esse tempo do recolhimento quieto, sozinho, enclausurado. Mas a vida, ó implacável vida! Lá vem ela novamente!

Vai exigir novamente, gritar mais alto, nos apavorar mais ainda. Vai querer mais de nós!
É real que o nosso tempo de recolhimento é importante para avaliarmos melhor o que faremos e também avaliar nossos valores, nossos reais objetivos e anseios, isso apenas para recomeçar.
Passado o tempo necessário de reclusão (prefiro a expressão digestão) sentiremos novamente vontade, a coragem aflorando e a energia, como se o renascimento fosse sempre possível.

Mas isso é verdade! Renascer para a vida! LÓGICO que é possivel!

É ver o jardim florescer depois daquela tempestade, ver que onde antes haviam galhos quebrados, secos e espinhos, lindas flores brotarão.

É a vida. Renascendo em nós!


A vontade quase ingênua de ser feliz de novo (que na verdade essa ingenuidade só depende de nós, da forma com que nos desprenderemos das magoas, do ressentimento como eu já citei aqui no blog).
É o que temos de mais valioso, a esperança!
E lá vamos outra vez!
E vamos mesmo! Porque não? Vamos amar meeeesmoooo, nos atirar de cabeça, viver, sorrir, chorar, dramatizar, dormir abraçado, tomar banho junto, brigar pelo controle remoto, pegar aquele cineminha, fazer um jantarzinho tomando um vinhozinho, rir aos montes, falar besteira, falar sério, brigar de novo, fazer as pazes, simplesmente dormir, acordar junto, enfim, vamos sonhar, fantasiar!
Vamos recuperar o que julgávamos perdido.

É assim...
E o momento é agora.
O dia é hoje.
Vamos viver no presente, começando ou recomeçando!
Só depende de nós!
Mesmo que timidamente, começe agora! \o/

Beijos Mil para Lu Menezes da Silva Calesterol Novalgina! Te amo!!!
Fernanda, só me da trabalho caralhinha! Não se pode ter tudo ao mesmo tempo agora!
Muk, bom ter noticias tuas... Saudades imensas!
Rodrigo, quase que não sai hein? Faltava marcar o anõnimoooo!!! kkkkk
Caracaaaaa! Hoje conheci o SAMBÔ!!!
Tem SAMBÔ em Brasília?
OMG! Lá vou eu atras disso! o.o
Me encantei, acho que vou à Russia praticar, preciso falar com o FEDOR! Ele é muito FÓDAR! rs...

Que a vida de cada um seja melhor e mais próspera a cada instante! É o que desejo a todos os amigos, aos que não conheço, aos que ainda irei conhecer e os que ainda não se encotraram!

Nada de Mais



Esse mundo esta perdido mesmo!
Cada dia que se passa, acredito mais e mais nessa frase.

Raras são as pessoas que honram sua palavra, raras são as pessoas que se importam em respeitar o próximo.
As pessoas se tornaram volúveis e descaradas.
Envenenam as outras sem pensar duas vezes para se beneficiar, burlam regras e leis quando há oportunidade de se dar bem, mesmo que ilusoriamente, fazem na cara dos outros e ainda falam que é para panetone! Meu Cú!
O que esta a acontecer com o brio das pessoas, com a ética, com o comportamento reto e honesto?

Vamos pegar como exemplo a quadrilha daquele careca safado que eu falei lá no primeiro texto do blog, (eu poderia ser babalorixa, cantei a pedra certinho!!!) o então Arruda, o primeiro governador a ser preso na história do Brasil... Aquele mesmo do “mensalão”, das FILMAGENS, do dinheiro q ele deu para aquela lá encher a cara de botox e ficou o cão do inferno, como é mesmo o nome dela? Eurípedes Brito, ou Eurides Brito?
Bem, caraca! ECAAAAAA!!!!!
Não consigo nem escrever de tanto embrulho no estomago, nem vou citar o restante que está engasgado, mas bem, várias perguntas pairam no ar...
Será que por nenhum instante essas pessoas que estão envolvidas nessa história fétida não se envergonham? Será que não há ninguém com um bom caráter em suas famílias para os repreenderem?

Isso me faz pensar no tipo de educação que eles devem dar a seus filhos. O tipo de formação de caráter que estão passar a frente.
Não gostaria de estar na pele dos parentes desses, imagina, eu morreria de vergonha!
Sentiria-me constrangida, apunhalada, triste.

Nem sairia de casa, entraria em depressão...

Estão sentindo o peso da energia desse texto?
Eu hein?
Vou até parar, que coisa mais feia o que esse pessoal fez... Credo!

Pior foi a outra q virou um dragão se enchendo de botox, kkkkkkkkkkkkkkk...
Será q não tem espelho na casa dela?
Ia postar uma foto dela, mas achei que esta estava em melhor ângulo.

Não, não era maquiagem q ela estava 'embolsando' não e sim muitos reais do famoso mensalão.
Ta! Parei! (mas quando eu digo que Deus castiga, ele castiga sim, mesmo q indiretamente)
Pareeeei!!!!! Kkkkk, hoje é dia do besteirol.

Falemos de coisas boas...

Arrumei meu celular! O outro morreu mesmo, não existe a porqueira da tela de cristal liquido q eu quebrei. Touch scream, arf. Big deal!

Fiz planos para conquistar o mundo hoje, malhei o bíceps, tríceps e peitoral em casa mesmo, também fiz umas 200 flexões e sei que preciso começar a dar um corridão para pegar resistência para o campeonato que não será em Goiânia e sim em Formosa.

Jantei com meu sócio, amigo e confidente e sua pequena e linda filha.
Brincamos com ela no parquinho do Habibis, no parquinho do Bobs e voltei p casa.
Ele me veio com uma novidade de tremer o teto!! OMG!!! Como a vida nos surpreende... Mas isso é pauta futura.
Adoro essa foto deles!


Mengão ta jogando, 2º gol já... Uma belezura!

Criei algumas teorias, lavei o cabelo com xampu novo, cobrei alguns devedores, assisti a mais um dos últimos capítulos da novela, comprei maquiagem, fone de ouvido novo para o celular, fone de ouvido com microfone para o PC (o 5º já esse ano, RS), bati papo embaixo do bloco, ri das pérolas da Andressa (amo), desci com a Dolly (GOL DO MENGÃAAO de novo, dá-lhe Rodrigo! 3x1), trabalhei, enfim... Quase sai para ver o jogo no Garota Carioca ou no Chiquita, mas facilmente desisti... Típico.
Rodrigo ( instrutor de mergulho! Quem se interessar esta feita a propaganda! 20% pela indicação são meus!) bem que tentou me tirar de casa, mas sabe quando vc esta cansada, quer curtir sua casa, sua cama? Pois é...
No final de 1 hora de negociação os dois chegaram a conclusão que estavam cansados e era tarde. Eu mesma já estava cheia do jantar as 19hs e sentar no Villa Imperial ou no Moisés ocasionaria em mais comida.

Feliz com boas notícias, MUITO BOAS!

Prepare-se Brasília, a maior festa da cidade irá voltar no segundo semestre, minha língua coça, mas não posso contar ainda...

Tadeu Miúra Parabéeens! Adoro! Aguardo o dia do jantar! \o/

E não sei mais o que escrever.

Vou dormir para acordar cedo, resolver um monte de coisas o mais breve possível e me esconder de novo no Castelo Black... Uh que beleza!

Agora vou deitar na minha cama enorme e maravilhosamente cheirosa – obrigada meu Deus por eu ter uma cama quentinha para dormir-, cheia de travesseiros, mas antes lerei um pouco do meu super livro, brigar com o macaco que está deitado no meio dela e vou ter q afastá-lo.


Estou em crise de abstinência, porém amanhã passará.

Beijo me liga e xau!